quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Com as nossas mãos, desenhadas e recortadas num material chamado EVA ou moosgumi construímos esta "grinalda" de Natal, que colocamos na porta da nossa sala de aula.
Ela simboliza o nosso compromisso de darmos as mãos a quem precisa de nós, tal como no livro "Ninguém dá prendas ao Pai Natal ", livro do Plano Nacional de Leitura, da autora Ana Saldanha que estamos a ler.



Hoje, estivemos a conversar com a professora Ju (Coordenadora do Ensino Especial do Agrupupamento) sobre a importância de sermos solidários e de aceitarmos as diferenças nos outros.

Com esta actividade pretendemos não deixar passar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, comemorado ontem, de forma despercebida.
A equipa de Ensino Especial do Agrupamento preparou um desdobrável com um um texto alusivo a este dia e que foi escrito por um pai com um filho com deficiência. Depois de ouvirmos o texto, conversamos sobre o seu conteúdo e chegámos a importantes conclusões:

"Devemos procurar descobrir e encontrar as maravilhas que um ser diferente nos pode trazer." Rafaela

"Devemos gostar dos outros porque somos todos diferentes mas também todos iguais." Pedro
"Devemos ter orgulho em ajudar os outros." Adriana

"Não faz mal nenhum ser diferente." Fátima

"Devemos aceitar o outro da maneira como ele é." Maria João

"É preciso ser solidário com todos aqueles que são (especiais) diferentes." Márcia

"É bom quando ajudamos os outros." João Falcão


1 comentários:

Isabel Santos disse...

Olá meninos,
Vocês quando querem, conseguem ser bons meninos e amigos uns dos outros.
Fiquei muito orgulhosa pela sensibilidade que vocês demonstraram perante as pessoas especiais. O importante agora é respeitar as diferenças de todos.

A vossa coroa de Natal, está lindissíma. Ideia excelente. Parabéns.

Beijinhos para todos.

Isabel Santos