quarta-feira, 18 de março de 2009

Adivinha quanto eu gosto de Ti

Uma história para o PAI

A história da lebre cor de avelã foi a história que ouvimos a professora ler sobre uma pequena lebre cor de avelã que quis dizer o quanto gostava da grande lebre.
Esta história deliciosa foi escrita por Sam McBratney e ilustrada por Anita Jeram. Chama-se Adivinha Quanto Eu Gosto de Ti, é da Editorial Caminho e está recomendada pelo Plano Nacional de Leitura para leitura em voz alta.
Neste livro, a Pequena Lebre Castanha e a Grande Lebre Castanha mostram como o amor não é fácil de medir e de transmitir.
“Gosto de ti até à Lua.”, disse, fechando os olhos. (se quiserem podem também ouvir a música de André Sardet. Adivinha quanto eu gosto de ti. Faz um clik na lebre


“Oh, isso é longe.”, disse a grande lebre cor de avelã. “Isso é mesmo muito longe.” A grande lebre cor de avelã deitou a pequena lebre cor de avelã na sua cama de folhas. Inclinou-se sobre ela e deu-lhe um beijo de boas-noites.Então, deitou-se bem perto e sussurrou com um sorriso “Gosto de ti até à Lua… e de volta até à Terra.”


E porque o nosso Pai é uma pessoa especial aqui fica a história ternurenta que quisemos aqui partilhar com todos vocês.



1 comentários:

Rosa Magalhães disse...

Adivinha quanto eu gosto de ti é uma história muito bonita. Dizer aos outros o quanto gostamos deles é muito importante e que não deveríamos nunca esquecer.
Parabéns pelo vosso blog.
Rosa Magalhães